Lavanderias compartilhadas ganham espaço nos condomínios

Quando decidiu iniciar a importação de lavadoras e secadoras Speed Queen, marca produzida nos Estados Unidos, o empresário Allan Zylberstajn, da Smartlav, estava apostando em uma tendência que, ao final, começa a se confirmar.

Com espaços cada vez mais reduzidos, muitos apartamentos são entregues hoje sem áreas de serviço.E mesmo para aqueles que dispõem de boa infraestrutura interna, os proprietários estão encontrando dificuldades crescentes em contratar mão de obra doméstica, seja pelo custo ou escassez.

Uma boa alternativa surge com a Smartlav, solução de lavanderia compartilhada para os condôminos, algo muito comum em solo americano.

A Smartlav comercializa modelos variados, conjugando ou não, lavadora e secadora. O condômino paga conforme o uso e o serviço é contratado pelo condomínio. Segundo Allan, edifícios da região do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo, têm solicitado seus serviços, pois estão surgindo alguns apartamentos sem áreas de lavanderia.

O empresário anuncia que em alguns empreendimentos está fazendo parceria com a Comgás, “onde eles entram com a infraestrutura e eu coloco as secadoras a gás também”.

Fonte